Parceiros

Bandes

www.bandes.com.br

 

Os associados CDL Linhares agora têm um novo aliado: O Programa de Fortalecimento da Economia do Interior do Espírito Santo – PROFORT-ES.

São três linhas de Crédito para investir em Micro e Pequenas empresas, Médias empresas e no desenvolvimento sustentável da região.

O objetivo do PROFORT-ES, é promover e descentralizar o desenvolvimento econômico do Espírito Santo e estimular o potencial de áreas de menor dinamismo, por meio da ampliação de crédito aos empreendedores localizados nas regiões interioranas.
Profort Micro e Pequena Empresa

• Beneficiários:
Profissionais liberais, cooperativas de produção e serviços e pessoas jurídicas que atuem no setor industrial, comercial e de serviços (inclusive turismo), que tenham usufruído, no ultimo ano calendário, faturamento que não ultrapasse R$2.400.000,00.

• Itens financiáveis:
Máquinas, equipamentos, obras e serviços, aquisição de veículos, consultoria técnica gerencial, treinamentos de RH, aquisição de tecnologia, despesas com regularização, formalização da empresa e capital de giro associado ou exclusivo*.

• Condições Operacionais:

Valor Máximo Financiável Prazo Taxa de Juros R$ 50.000,00 Até 60 meses (parcelas fixas) 10% ao ano

- Bônus de Adimplência: Será concedida durante a vigência do financiamento, desconto de 1% (um por cento) sobre a taxa de juros, para clientes que efetuarem seus pagamentos em dia;
- Valores de financiamento superiores a R$ 50.000,00 sob consulta.


A CDL disponibiliza em sua sede, um ponto de apoio e atendimento do BANDES, com um Consultor Credenciado, o Sr. César Thadeu Guimarães (cel.: 27 8141-6292), atendendo em horário comercial, todas as quartas-feiras.

Agende um atendimento com o profissional do BANDES pelo tel.: 27 3371-9165 (Recepção CDL).

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial


27 3371-9100


comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Cartão Rede Ouro Negro

www.portalouronegro.com.br

 

Descontos diferenciados e condições especiais nos postos de combustíveis e lojas de conveniência da rede Ouro Negro, além de descontos em 30 lojas parceiras.

Mais informações
O Cartão Rede Ouro Negro Rede possui Sistema de Gestão de custos via Web. Ao realizar o cadastramento de um veículo na Rede Ouro Negro, o cliente passará a contar com a automação de seus abastecimentos e acesso em tempo real de todos os abastecimentos e demais dados. Assim, o cliente terá total controle dos abastecimentos, e das despesas realizadas por seus cartões, em tempo real e online.

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Clínica Reabilitar

Descontos especiais para associados nos seguintes serviços:
Hidroginástica: 20%
Acupuntura: 20%
Fisioterapia: 15%

Mais informações:


Clínica de Fisioterapia Reabilitar.
Endereço: Av. Celeste Faé, 122, Bairro Conceição (Ao lado da Pizzaria Casa Nostra).
Horário de Atendimento: De segunda a sexta, das 7h às 12h e de 13h às 20h15.
Tel.: (027) 3371-6738.

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdlvirtual.com.br

Mais detalhes

CMTL - Clínica de Medicina do Trabalho de Linhares

Centro de Medicina do Trabalho de Linhares

Condições especiais para os associados CDL no Atestado de Saúde Ocupacional (ASO); coordenação de PCMSO; elaboração de PCMSO e PPRA e exames complementares.

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial


27 3371-9100


comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

CNA

O CNA é uma das maiores redes de escolas de idiomas do país, operando no sistema de franchising através de 501 unidades em operações e 200 em implantação. São mais de meio milhão de alunos em todo o território nacional.

 

Com 39 anos de exclusivos, seguindo a metodologia comunicativa, através de qual o aluno  aprende o idioma naturalmente. Experiência em educação, o CNA renovou pela 21ªvez consecutiva seu selo de Excelência em Franchising, concedido pela associação Brasileira de Franchising (ABF).

 

Os materiais didáticos utilizados são exclusivos, seguindo a metodologia comunicativa, através de qual o aluno aprende o idioma naturalmente.

A conveniada se compromete a conceder descontos especiais sobre os valores normalmente cobrados na escola, mediante a apresentação de documento comprobatório de associado (termo de autorização carimbado e assinado pela CDL) e o último contracheque. Os descontos são os seguintes: 


-INGLÊS: 20% de desconto para associados, colaboradores e dependentes;
-ESPANHOL: 20% de desconto para associados, colaboradores e dependentes. 

 

 

 

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Colégio Projetar

http://www.ceprojetar.com.br/

 

A CDL firmou convênio com o Centro Educacional Projetar para oferecer descontos no valor das mensalidades de cursos do ensino fundamental (1º ao 9º ano). O benefício é válido aos proprietários e funcionários de empresas filiadas à CDL, e para ter acesso, basta se dirigir ao balcão da CDL e solicitar a declaração de vínculo com a entidade. Confira a tabela:


- 15% de desconto para pagamento das mensalidades no máximo até o 15º dia útil de cada mês.


Obs. Todos os descontos oferecidos, para qualquer modalidade de curso, não serão cumulativos, isto é, não poderão sobrepor a algum tipo de desconto que já beneficie o aluno.

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Colégio Cristo Rei

A CDL ampliou sua rede de benefícios aos associados com a formalização de mais um convênio com o colégio Cristo Rei. A parceria contempla descontos especiais para empresários, colaboradores e dependentes de empresários e colaboradores do comércio filiado à entidade. Alunos já matriculados na escola, cobertos pelo benefício, também têm direito aos descontos.

 

Conheça o convênio.

 

Descontos de:

1)    10% no valor do Ensino Fundamental de 1º ao 9º ano;

2)    10% no valor do Ensino Médio de 1º ao 3º ano;

3)    7% no valor dos Cursos Técnicos.

* Os descontos serão aplicados a partir da segunda parcela subsequente à matrícula ou renovação. 

Mais detalhes

Correios

http://www.correios.com.br/

 

O objetivo da parceria com os CORREIOS visa oferecer para os associados CDL, tarifas reduzidas, maior conforto e controle no momento da utilização dos serviços que os Correios oferece, ressaltando que os descontos dos produtos e serviços variam de acordo com a região de destino e quantidade.

Cada filiado através de seu cartão de identificação terá o controle total de sua utilização e receberá mensalmente um demonstrativo de consumo, pois, o valor a ser pago será integrado a fatura mensal da CDL, ou seja, não que se preocupar com mais uma fatura.

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Drª Milena Pandolfi Piana

O crescente aumento no número de alergias tem levado a uma procura cada vez maior de profis-sionais especializados para o tratamento, propiciando ao paciente uma melhora considerável em sua qualidade de vida.

Pensado nisso, a CDL possui parceria com a Drª Milena Pandolfi Piana, Médica Alergista e Imunologista de Criaças e Adultos. Associado CDL possui desconto no valor da consulta e em alguns testes (cutâneo para inalantes, cutâneo para alimentos, de contato).

    Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Faculdade Pitágoras

http://www.faculdadepitagoras.com.br/Paginas/default.aspx

A CDL se integrou à faculdade Pitágoras de Linhares para oferecer benefícios e descontos em cursos de graduação e pós graduação. Confira os descontos aos associados:

15%: Válido para cursos de graduação;

10%: Válido para cursos de pós-graduação.

 

Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial:

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

MTrab

http://www.mtrab.com.br/v1/


Fundada em dezembro de 1994, aMTRAB – MEDICINA ESEGURANÇA DO TRABALHO é uma empresa que atua na prestação de serviços de assessoria e consultoria neste segmento, sendo hoje, reconhecida em seu campo de atuação pela qualidade, agilidade, comprometimento e seriedade dispensada aos seus clientes.

 Visando atender ainda mais as necessidades de seus clientes, estamos neste ato ofertando a realização de um convênio com o CDL Linhares, de forma a proporcionar ao associado a esta entidade um benefício no qual o mesmo terá descontos sobre os serviços oferecidos neste convênio. 

Os serviços ofertados compreendem a realização de exames médicos e complementares (laboratoriais,  de rastreamento, etc) para cumprimento as exigências da legislação trabalhista (atestados de saúde ocupacional), em conformidade com as finalidades estabelecidas (admissão, demissão, periódico, retorno ao trabalho e mudança de função), além de outros serviços técnicos de assessoria em medicina e segurança do trabalho necessário ao cumprimento da legislação.

A utilização deste convênio é bastante simples, bastando apenas que o associado preencha o Termo de Adesão, que estará disponível na sede do CDL Linhares e/ou na unidade da MTRAB, ou até mesmo por solicitação verbal, através do telefone (27) 3151 – 0989.

O associado poderá ainda solicitar a visita de nosso Consultor Comercial para a apresentação de maiores esclarecimentos sobre este convênio.

A MTRAB também oferece treinamentos específicos em Saúde e Segurança no Trabalho, tais como: CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho), Prevenção e Combate a Incêndio, Formação de Brigada de incêndio, Prevenção a Acidentes de Trabalho, Uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s), entre outros.

Consciente desta responsabilidade a MTRAB se orgulha de ser hoje uma das maiores e mais conceituadas empresas de Segurança e Medicina do Trabalho do norte capixaba, o que lhe valeu a conquista, pela 6º vez consecutiva do Prêmio GAZETA EMPRESARIAL.

 

Mais detalhes

Rádio Novo Tempo

http://novotempo.com/radio/

 

O associado CDL tem 30% desconto na tabela independente da Mídia ou Patrocínio de Programas.

Mais informações: www.novotemponv.com.br to.

    Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

R Dadalto

Para promover a proteção do nome empresarial/comercial de seus associados a CDL Linhares possui convênio com os advogados Dr. Rodrigo Dadalto e Dr. Cleylton Mendes Passos. O trabalho consiste em efetuar o registro da marca (comumente chamado de patente) no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), com a finalidade de garantir, por parte do empresário, o uso, a exploração e a proteção do nome em todo território nacional, em seu ramo de atividade. Somente com o registro da marca no INPI o comerciante possui a garantia de não perder o direito ao seu nome comercial/empresarial. Em Linhares muitas empresas tiveram que substituir sua marca, por já haver registro de terceiros no órgão. Isso acontece porque a lei dá prioridade a quem registra o nome primeiro, e não a quem utiliza há mais tempo.

Informações:

9956-5060 (Dr. Rodrigo)

9812-9902 (Dr. Cleylton)

 

Mais detalhes

Rodomídia

http://www.rodomidia.com.br/

 

Conheça a empresa que está desde o ano 2000 no mercado de propagandas e publicidades no Norte do Espírito Santo. Sempre com ética, seriedade e profissionalismo a empresa tem como objetivo proporcionar uma exposição diferenciada de produtos ou serviços, favorecendo o fortalecimento da marca e conseqüentemente o sucesso dos seus clientes. 

 

SERVIÇOS BACKBUS E BUSDOOR

Através de painéis fixados na parte traseira do ônibus, conhecidos como Backbus e Busdoor, a RODOMÍDIA oferece aos seus anunciantes um espaço inovador no mercado publicitário e de alta visibilidade.

 

Conheça algumas vantagens de anunciar na RODOMÍDIA:

 

Regionalização: O cliente pode estabelecer os trajetos em que serão veiculados os seus anúncios, o que possibilita o direcionamento dos mesmos ao seu público alvo.

 

Alta Freqüência: Os painéis, afixados aos ônibus, são de grande visibilidade, levando em conta que um coletivo pode percorrer, em média, 16 viagens por dia, no trajeto estabelecido pelo anunciante.

 

Exposição: Além da vantagem de serem painéis móveis, a intensidade do Busdoor e do Backbus é proporcional ao trânsito da região em que serão veiculados, ou seja, quanto maior o congestionamento maior a intensidade da exposição. Como vai o trafego de sua região?

 

Adequação à verba: Esta, sem dúvida, é uma das características mais fortes de nossa mídia, pois o investimento de nosso anunciante é proporcional à área que ele pretende atingir. Ou seja, totalmente flexível.

 

Confiabilidade: A RODOMÍDIA tem o compromisso de manter os seus clientes sempre informados. Após a instalação dos painéis, a empresa fornece o número dos carros em que estão afixados, encaminhando em seguida um “checking” fotográfico ao e-mail do anunciante. Converse com a sua agência e agende um horário para conhecer mais sobre nossos serviços.

 

 

Conheça as vantagens exclusivas para os associados do CDL LINHARES 

CONTATO:

Adm° Renato Campos CRA/ES 6.613

 

SAA ( Serviço de Atendimento ao Anunciante) 027 999396668

Mais detalhes

SEBRAE

http://www.sebrae.com.br/

 

Sebrae trabalha com a CDL com um calendário unificado na programação de palestras promovidas no decorrer do ano. É disponibilizado 1 (uma) palestra gratuita por mês para os associados CDL. Os temas abordados são relacionados com o aumento de vendas, prevenção da inadimplência, atendimento e relacionamento com o cliente, entre outros. ....As palestras são realizadas durante a semana, após o horário comercial, e possuem a duração de uma hora e trinta minutos. Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Sicoob

http://www.sicoob.com.br/site

 

 

A parceria oferece vantagens exclusivas para o lojista associado, e acesso facilitado a vários serviços. Ser associado ao Sicoob é diferente de ser um cliente de banco. Lá você é dono e, por isso, tem muitas vantagens e serviços especiais, com as melhores taxas do mercado. São elas:

- Conta Corrente sem tarifa de manutenção;
- Concessão de conta garantida e cheque especial isenta de tarifas;
- Conta garantida ou cheque especial com taxa de 3,85% a.m;
- Limite de crédito rotativo com garantia real (aplicações financeiras ou imóveis) com taxa entre 1,35% a.m à 1,9% a.m;
- Conta Salário Sicoobcard Salário Fácil – até 10 cartões gratuitos;
- Desconto de recebíveis com taxas entre 1,35% a.m à 2,79% a.m;
- Taxa de aplicação financeira a no mínimo 95% do CDI;
- Financiamento da linha Compremais Sicoob;
- Crédito Consignado em folha de pagamento para funcionários com taxas de 1,35% a.m e 2,39% a.m;
- Domicílio Bancário (Cielo/Redcard)
- Cobrança escritural (boletos) a partir de 1,90 (um real e noventa centavos) por registro;
- Todos os demais produtos e serviços oferecidos pelo Sicoob.

    Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes

Yázigi

http://promocao.yazigi.com.br/

 

 

O compromisso do YÁZIGI é preparar o aluno, para ser um verdadeiro cidadão do mundo. Dominar o idioma Inglês é fundamental. Em algumas regiões do mundo, este conceito vale também para o Espanhol.

Ao ingressar numa Escola YÁZIGI um mundo novo se abre para você: novos amigos, novas oportunidades, novos caminhos. O ensino vai além da sala de aula, transformando seu aprendizado numa agradável, diversificada e positiva experiência.

A conveniada se compromete a conceder descontos especiais sobre os valores normalmente cobrados na escola, na unidade do centro, mediante a apresentação de documento comprobatório de associado (termo de autorização carimbado e assinado pela CDL) e o último contracheque. Os descontos são os seguintes:
-INGLÊS: 20% de desconto para associados, colaboradores e dependentes;
-ESPANHOL: 15% de desconto para associados, colaboradores e dependentes.
O presente instrumento particular de convênio se rescindirá, automaticamente, independente de qualquer notificação judicial ou extrajudicial, quando se for observado o descumprimento de qualquer cláusula e/ou condição estabelecida neste instrumento.   Maiores informações, entre em contato com nosso Setor Comercial

 
27 3371-9100

 
comercial@cdllinhares.org.br

Mais detalhes
Agenda ver tudo
Últimas Notícias ver tudo

19/04/2014 - Páscoa

Páscoa significa passagem. É a celebração mais importante de Igreja Cristã, onde se comemora a ressurreição de Jesus Cristo.
A Páscoa está inserida na Semana Santa, onde na “Sexta Feira Santa” é celebrada a crucificação de Jesus, e no “Domingo de Páscoa” se celebra a Ressurreição e sua primeira aparição para os seus discípulos.
A festa tradicional é associada à imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representado a luz solar, dados como presentes.
A origem do símbolo do coelho vem do fato de que os coelhos são notáveis por sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade! 

16/04/2014 - Vendas no varejo crescem 0,2% em fevereiro, diz IBGE

Elevação ocorre pelo 2° mês seguido, mas é inferior à de janeiro, de 0,4%. Ante fevereiro de 2013, alta foi de 8,5%, a maior desde novembro de 2012.

As vendas do comércio varejista brasileiro cresceram 0,2% em fevereiro em relação a janeiro, considerados os ajustes sazonais, divulgou nesta terça-feira (15) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta ocorreu tanto para o volume de vendas quanto para a receita nominal. No caso do volume, foi registrado crescimento pelo segundo mês seguido, mas a alta de fevereiro é inferior à de 0,4% registrada em janeiro sobre dezembro. Sobre o mesmo mês do ano passado, contudo, a alta do volume em fevereiro foi de 8,5% – a maior desde novembro de 2012. No acumulado do primeiro bimestre de 2014, foi registrado crescimento de 7,4% sobre o mesmo período de 2013. Nos últimos 12 meses encerrados em fevereiro, a alta é de 5%. Comércio varejista ampliado No caso do comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e também de material de construção, foi registrada em fevereiro queda de 1,6% no volume de vendas e de 0,8% na receita nominal, ambas com ajuste  sazonal, comparadas com janeiro de 2014. Os aumentos foram de 6,5% no acumulado do ano e de 3,9% nos últimos 12 meses para o volume de vendas, e de 11,5% e 9,4% para a receita nominal, diz o IBGE. Atividades Quatro das dez atividades pesquisadas registraram em fevereiro crescimento no volume de vendas sobre janeiro, com ajuste sazonal. Duas ficaram estáveis e o restante apresentou taxas negativas. Entre os destaques de altas, está o setor de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, que cresceu 9%. Material de construção apresentou variação de 2,2% e combustíveis e lubrificantes, de 1,6%. A categoria outros artigos de uso pessoal e doméstico variou 0,5%. Registraram estabilidade as atividades de móveis e eletrodomésticos e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos. Com relação às quedas, a maior delas foi registrada no setor de veículos e motos, partes e peças, com 7,6%. O grupo hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo registrou leve baixa, de 0,3%; enquanto o de tecidos, vestuário e calçados caiu 0,5%. Livros, jornais, revistas e papelaria apresentou queda de 3,4%. Já na comparação com fevereiro de 2013, das oito atividades do varejo apenas o segmento de livros, jornais, revistas e papelaria obteve resultado negativo no volume de vendas, de 4,2%. Alagoas tem maior alta O volume de vendas do varejo cresceu em todas as 27 unidades da federação na comparação com o mesmo mês de 2013. Os destaques foram: Alagoas (18,1%), Tocantins (16,3%), Maranhão (15,9%), Bahia (15,7%) e Acre (15,6%), segundo o IBGE.

As vendas do comércio varejista brasileiro cresceram 0,2% em fevereiro em relação a janeiro, considerados os ajustes sazonais, divulgou nesta terça-feira (15) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta ocorreu tanto para o volume de vendas quanto para a receita nominal.

No caso do volume, foi registrado crescimento pelo segundo mês seguido, mas a alta de fevereiro é inferior à de 0,4% registrada em janeiro sobre dezembro. Sobre o mesmo mês do ano passado, contudo, a alta do volume em fevereiro foi de 8,5% – a maior desde novembro de 2012.

No acumulado do primeiro bimestre de 2014, foi registrado crescimento de 7,4% sobre o mesmo período de 2013. Nos últimos 12 meses encerrados em fevereiro, a alta é de 5%.

Comércio varejista ampliado

No caso do comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e também de material de construção, foi registrada em fevereiro queda de 1,6% no volume de vendas e de 0,8% na receita nominal, ambas com ajuste  sazonal, comparadas com janeiro de 2014.

Os aumentos foram de 6,5% no acumulado do ano e de 3,9% nos últimos 12 meses para o volume de vendas, e de 11,5% e 9,4% para a receita nominal, diz o IBGE.

Atividades

Quatro das dez atividades pesquisadas registraram em fevereiro crescimento no volume de vendas sobre janeiro, com ajuste sazonal. Duas ficaram estáveis e o restante apresentou taxas negativas.

Entre os destaques de altas, está o setor de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, que cresceu 9%. Material de construção apresentou variação de 2,2% e combustíveis e lubrificantes, de 1,6%. A categoria outros artigos de uso pessoal e doméstico variou 0,5%. Registraram estabilidade as atividades de móveis e eletrodomésticos e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos.

Com relação às quedas, a maior delas foi registrada no setor de veículos e motos, partes e peças, com 7,6%. O grupo hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo registrou leve baixa, de 0,3%; enquanto o de tecidos, vestuário e calçados caiu 0,5%. Livros, jornais, revistas e papelaria apresentou queda de 3,4%.

Já na comparação com fevereiro de 2013, das oito atividades do varejo apenas o segmento de livros, jornais, revistas e papelaria obteve resultado negativo no volume de vendas, de 4,2%.

Alagoas tem maior alta

O volume de vendas do varejo cresceu em todas as 27 unidades da federação na comparação com o mesmo mês de 2013. Os destaques foram: Alagoas (18,1%), Tocantins (16,3%), Maranhão (15,9%), Bahia (15,7%) e Acre (15,6%), segundo o IBGE.



Fonte: G1

16/04/2014 - Governo propõe salário mínimo de R$ 779,79 para 2015

Informação consta de projeto da LDO de 2015, divulgado pelo Planejamento. Próximo ano será o último com formato de correção determinado por lei.

O governo federal propôs que o salário mínimo, que serve de referência para mais 45 milhões de pessoas no Brasil, suba dos atuais R$ 724 para R$ 779,79 a partir de janeiro de 2015. O percentual de correção do salário mínimo, pela proposta do governo, será de 7,71% no próximo ano. A informação consta na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), divulgada nesta terça-feira (15) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O documento está sendo enviado hoje ao Congresso Nacional. O que estava previsto antes Em 2012, o governo previa que o salário mínimo superasse a barreira dos R$ 800 em 2015. Mas o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) ficou abaixo do que o governo esperava naquela época, o que vai resultar em uma alta menor do mínimo. A explicação é que a correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados. Essa fórmula foi mantida em 2011 pelo Congresso. Em abril de 2012, na proposta da LDO do ano seguinte, o governo previa que o salário mínimo somaria R$ 803,93 no começo de 2015. Em março do ano passado, a estimativa do Executivo para o valor do salário mínimo do próximo ano já havia recuado para R$ 778,17 – subindo agora para R$ 779,79. Último ano da fórmula atual Pelas regras atuais, o ano de 2015 será o último no qual será adotada a atual fórmula de correção do salário mínimo, ou seja, variação da inflação do ano anterior e do PIB de dois anos antes. Isso foi definido pelo Congresso Nacional no início de 2011. Para manter esse formato de correção, o novo governo, que toma posse no próximo ano, terá de submeter novamente uma proposta para apreciação do Congresso Nacional - que também contará com novos integrantes. O formato também pode ser alterado, aumentando os ganhos para os trabalhadores, ou, também, diminuindo. "A regra está fixada até 2015. Caberá, em 2015, discutir qual será a nova regra.  A cada ano, a sua agonia. Vamos deixar a discussão para o momento adequado", afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Nova decisão sobre correção Para o economista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Mansueto Almeida, a decisão sobre a fórmula de correção do salário mínimo não é econômica, e sim política. "O governo tem que mostrar o custo disso e levar o debate para o Congresso [em 2015]. É um tema bastante complicado", avaliou. Ele disse que a atual fórmula (inflação mais variação do PIB nominal) permitiu um aumento real (acima da inflação) de 72% para o salário mínimo nos últimos dez anos, o que contribuiu para diminuir as desigualdades sociais no Brasil. Por outro lado, acrescentou o economista, o reajuste real do mínimo impactou as contas públicas – com aumento de gastos com previdência, seguro-desemprego e assistência social –, diminuiu a produtividade da indústria e pressionou a inflação. "É um tema supercomplicado. No calendário eleitoral, o debate tende a ficar parado, esperando o próximo ano. O  presidente tem de levar para o Congresso e explicar para a sociedade se quer continuar com a regra atual. É uma decisão legítima, mas que tem custos. Qualquer regra tem custos", declarou Mansueto Almeida.

O governo federal propôs que o salário mínimo, que serve de referência para mais 45 milhões de pessoas no Brasil, suba dos atuais R$ 724 para R$ 779,79 a partir de janeiro de 2015.

O percentual de correção do salário mínimo, pela proposta do governo, será de 7,71% no próximo ano.

A informação consta na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), divulgada nesta terça-feira (15) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O documento está sendo enviado hoje ao Congresso Nacional.

O que estava previsto antes

Em 2012, o governo previa que o salário mínimo superasse a barreira dos R$ 800 em 2015. Mas o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) ficou abaixo do que o governo esperava naquela época, o que vai resultar em uma alta menor do mínimo.

A explicação é que a correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados. Essa fórmula foi mantida em 2011 pelo Congresso.

Em abril de 2012, na proposta da LDO do ano seguinte, o governo previa que o salário mínimo somaria R$ 803,93 no começo de 2015. Em março do ano passado, a estimativa do Executivo para o valor do salário mínimo do próximo ano já havia recuado para R$ 778,17 – subindo agora para R$ 779,79.

Último ano da fórmula atual

Pelas regras atuais, o ano de 2015 será o último no qual será adotada a atual fórmula de correção do salário mínimo, ou seja, variação da inflação do ano anterior e do PIB de dois anos antes. Isso foi definido pelo Congresso Nacional no início de 2011.

Para manter esse formato de correção, o novo governo, que toma posse no próximo ano, terá de submeter novamente uma proposta para apreciação do Congresso Nacional - que também contará com novos integrantes. O formato também pode ser alterado, aumentando os ganhos para os trabalhadores, ou, também, diminuindo.

"A regra está fixada até 2015. Caberá, em 2015, discutir qual será a nova regra.  A cada ano, a sua agonia. Vamos deixar a discussão para o momento adequado", afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Nova decisão sobre correção

Para o economista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Mansueto Almeida, a decisão sobre a fórmula de correção do salário mínimo não é econômica, e sim política. "O governo tem que mostrar o custo disso e levar o debate para o Congresso [em 2015]. É um tema bastante complicado", avaliou.

Ele disse que a atual fórmula (inflação mais variação do PIB nominal) permitiu um aumento real (acima da inflação) de 72% para o salário mínimo nos últimos dez anos, o que contribuiu para diminuir as desigualdades sociais no Brasil. Por outro lado, acrescentou o economista, o reajuste real do mínimo impactou as contas públicas – com aumento de gastos com previdência, seguro-desemprego e assistência social –, diminuiu a produtividade da indústria e pressionou a inflação.

"É um tema supercomplicado. No calendário eleitoral, o debate tende a ficar parado, esperando o próximo ano. O  presidente tem de levar para o Congresso e explicar para a sociedade se quer continuar com a regra atual. É uma decisão legítima, mas que tem custos. Qualquer regra tem custos", declarou Mansueto Almeida.



Fonte: G1

16/04/2014 - Saúde: Governo do ES nomeia mais 43 aprovados em concurso

O concurso da Sesa ofertou 2.121 vagas.

Foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (15) a nomeação de mais 43 aprovados no concurso público aberto pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) em 2013. Quem está com o nome na lista deve ficar atento ao edital de chamada para escolha de vagas que será divulgado.

Dessa vez, foram nomeados 21 médicos em seis especialidades (gastroenterologista, oftalmologista, ortopedista e traumatologista, reumatologista e neurologista), além de 22 fonoaudiólogos.

O concurso da Sesa ofereceu 2.121 vagas. Até o momento, já foram feitos quatro blocos de nomeações: em novembro de 2013 (605 candidatos), janeiro de 2014 (40), na semana passada (603) e o atual (43), totalizando 1.291 profissionais convocados.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (27) 3636-8372/8378/8374.

 

Fonte: Linhares Em Dia